Friday, November 28, 2014

A camisa xadrez | My style

Friday, November 28, 2014
Camisa - Primark | Camisola básica - Intimissimi | Shorts - Stradivaius | Botas - Blik 

Quando comprei estes calções há alguns meses foi sempre com a intenção de eles servirem até ao final da gravidez, comprei o tamanho 36 e posso dizer-vos que ainda dão mais um bocadinho, quando me sento desabotoo o botão mas quando estou em pé é tranquilo e confortável.
Posso dizer-vos que passei toda a gravidez sem usar uma única peça de maternidade, sem usar faixa na barriga ou qualquer outro adereço.

Tenho optado por usar peças mais fluídas para garantir o conforto, e quando uso algo mais justo (como foi este caso) coloco algo por cima para disfarçar um pouco. A camisa de xadrês com vermelho é quase peça obrigatória nos tempos que correm, prática, funcional, e quente qb para mim é o ideal para durante o dia já que tenho sempre imenso calor.

Escolhi esta com base no padrão mas também porque me tapa a traseira e se quiser utilizar apertada ainda consigo também. É um look simples, fácil de gostar já que é composto por clássicos, camisa de xadrês, calções de ganga, collants e botas pretas, não há como errar!

As fotos foram tiradas em Alvor, num fim de tarde em que a chuva deu tréguas e nos presenteou com um por do sol absolutamente fantástico. 
A barriga está maior, aqui acho que conseguem ter uma percepção diferente do que têm vindo a ter até então, parece que engoli uma melancia!!

É como vos digo, continuo a sentir-me confortável e maravilhosa! Vamos ver até quando ;)

Thursday, November 27, 2014

A primeira roupa | Baby

Thursday, November 27, 2014
A verdade é que a primeira roupa tem sempre um significado especial, sobretudo para as mães, escolher aquela que será a primeira roupa da pessoa mais importante da minha vida é uma tarefa que para mim não se revelou fácil, acabei por trocar várias vezes aquela que será a primeira roupa até chegar a esta. Neste momento estou já satisfeita e a mala está já com o fecho corrido... Pronta!

Escolhi um babygrow tamanho 50 (não são duas peças, é apenas uma que dá essa ilusão), bastante simples, de veludo, quente, fofo e sobretudo confortável. É na minha opinião uma peça querida, intemporal e que vou guardar com toda a estima.

Além do babygrow levo os interiores, body de cruzar à frente, calças interiores, gorro e luvas (que ainda não sei se utilizarei, mas a enfermeira que dá o curso de preparação recomendou sobretudo para os bebés que nascem em épocas mais frias, sobretudo pela perda de calor que acontece pelas mãos).

A fralda de pano que diz "Sou a princesa da minha casa" querida, de algodão macio e fofo, perfeita para o que se pretende, oferecida por uma das avós.

Quanto às fraldas optei pelas Libero para os primeiros tempos, mas também comprei de outras marcas para posteriormente. Comprei estas porque me disseram que a pele deles é muito sensível nos primeiros tempos e que são as únicas que não fazem alergia.

Babygrow - Cocoon La Redoute | Body - H&M | Calças - Zippy | Gorro & luvas - Primark | Fita de chucha - Pipoka Laroka | Chucha - Chicco | Letras de madeira - Casa | Luz de presença Mocho & fralda - Loja local 

Tuesday, November 25, 2014

36 semanas | Baby

Tuesday, November 25, 2014
Uma vez ouvi uma expressão que era algo como, "A gravidez são 8 meses e uma eternidade", para já ainda não posso dizer se concordo ou não, posso dizer-vos que por mim adiava o nascimento dela por mais uns tempos... Há mulheres que se fartam de estar grávidas, que lhes aborrece a barriga, que têm dores e desconfortos que lhes retiram qualidade de vida, não me sinto assim, de todo, não durmo de seguida e tenho alguns desconfortos mas adoro a barriga! Estou ansiosa por a conhecer mas gostava de mais umas semanas de gravidez se calhar para me fartar.

Tenho tentado ao máximo descansar e aproveitar estes últimos tempos de gravidez, desfrutar da serenidade, do silêncio que tão bem me sabem, quando ela está mais irrequieta ponho Norah Jones ou John Mayer a tocar e ela sossega e eu também.

Ontem tivemos um dia de tréguas da chuva e aproveitei logo para tomar o pequeno almoço na rua, sabe tão bem, estar na varanda a beber qualquer coisa quente... adoro! A barriga deu um pulo esta semana e tenho a sensação de que desceu, mas não sei precisar se desceu mesmo ou se é impressão minha.

No Domingo foi o baby shower da Petite Noa, foi algo simples, um brunch para 8 pessoas que são verdadeiramente importantes para mim e que quero que façam parte da minha vida e da minha filha por muitos anos. Tenho imensas fotos para vos mostrar, da festa e prendas!!

Malas prontas, quarto decorado, compras feitas agora só falta ela chegar, hoje é dia de mais uma consulta, a ver vamos que novidades me aguardam, estou feliz e ansiosa ao mesmo tempo!

Friday, November 21, 2014

Mitos e coisas tontas que ouvimos durante a gravidez | Baby

Friday, November 21, 2014

Quem está ou esteve grávida já ouviu milhões de coisas que são aceites por muitas como verdades absolutas, já eu sou o extremo do cepticismo no que respeita a estas coisas antigas que não têm fundamento cientifico, ou seja o que acontece é que não ligo nada...

Entre os mitos ouvi coisas como:
- "Tens que comer o que te apetecer se não a criança sai com cara disso..." A sério???
- "Ahhh se tens azia é porque tem muito cabelo!!!".... se calhar tem a ver com o facto de as hormonas tornarem o nosso organismo muito mais lento e relaxado e de a válvula que encerra o estômago não fechar bem... ou com a compressão a que o estômago fica sujeito... digo eu...
- "Não podes usar colares que se não a criança nasce com o cordão enrolado ao pescoço"... O que é que uma pessoa responde a isto?
- "Ahhhh a tua barriga é mesmo de menino, assim bicuda toda para a frente! Vê-se logo..." Pois é menina... sim... de certeza!
- "Ahhhh quando a lua mudar nasce" há quem jure a pés juntos que interfere, vá sobre esta não digo grande coisa porque a lua interfere com tudo quanto é meio aquático...
Se não aparecer por cá este fim de semana já sabem... diz que a lua muda Sábado, mas se ainda assim não for desta, muda dia 6 de Dezembro ;)
- "Ahhh agora tens que comer por dois!" sim claro vou comer tudo o que me aparecer à frente, a ingestão de calorias só se aumenta praticamente no final da gravidez e para que o aumento de peso seja saudável é suficiente a ingestão de cerca de mais 300 calorias...
- "Tu és tão estreitinha e magrinha que o mais certo é ser um bebé pequenino" Wrong... Ela é uma bebé pesada e bem desenvolvida para a idade gestacional, aliás o médico acredita que não chegue a termo, e é preciso não esquecer que a minha mãe me pariu com 3.800kg e 52cm... Ahhhh e ela tem menos 5cm de altura que eu e uma anca 34...

Depois alguns que tenho ouvido e que foram desmistificados nas aulas de preparação para o parto:
- "É preferível reduzir a quantidade de cigarros que fumam do que deixar de um momento para o outro", de acordo com a enfermeira parteira que dá as aulas, qualquer quantidade de nicotina pode ter efeitos nocivos no bebé, inclusive diz que pelo aspecto da placenta  na hora da retirada se consegue  ver logo que a mãe fumou durante a gravidez ou não.
- "Beber um copo de vinho não faz mal", errado, o etanol presente em todas as bebidas alcoólicas são veneno para nós quanto mais para um ser que está em desenvolvimento ou maturação...

Sobre a amamentação também tenho ouvido algumas boas...
- "Comer bacalhau aumenta a produção de leite" sim é salgado, bebemos mais água = a mais leite...
- "Não se pode dar os restos da comida aos animais se não seca o leite..." What???

De certeza que também devem ter ouvido coisas engraçadas, e outras que se tornam irritantes pela quantidade de vezes que as ouvimos... 
Vá contem-me tudo que rir é sempre bom!!

Depois há ainda as tais histórias de terror de que já falei aqui... 

Thursday, November 20, 2014

Hidratar, hidratar, hidratar... | Beauty

Thursday, November 20, 2014
Todas nós sabemos a importância que têm estarmos hidratadas, tanto interna como externamente, beber água para mim sempre foi uma luta até mais ou menos 2 anos atrás quando me conformei finalmente como facto de que a sua ingestão é fundamental não só para andarmos mais bonitas, mas especialmente porque é essencial ao bom funcionamento do nosso organismo.

A nível cutâneo sempre gostei de aplicar cremes, sobretudo no Verão (às vezes no Inverno escapava-me com um "É só hoje...") mas eu sou a única prejudicada quando tinha esse tipo de comportamentos, dou preferência a cremes com cheiros frutados ou exóticos mas que não sejam muito intensos. No entanto devido à gravidez deixei de tolerar cheiros e quase tudo e também decidi procurar um creme que fosse mais adequado à minha presente condição, após terminar o Halibut derma mamã rendi-me ao tradicional Barral, esta é já a segunda embalagem, deixa-me a pele macia, hidratada e levemente perfumada, creio que para a grande maioria não é novidade mas aqui fica a minha opinião. Até agora não tenho uma única estria, acredito que em parte se deve à carga genética mas também acredito que faz diferença a aplicação de um bom creme.

Entretanto utilizo muito batom do cieiro em qualquer estação do ano, e geralmente tenho 3 ou 4 espalhados por bolsas e malas para ter sempre algum à mão. Mas numa recente ida ao supermercado vi o boião da vaselina da Vasenol e depois de ter visto o anuncio N vezes decidi-me a comprá-lo.

A verdade é que não podia estar mais satisfeita, a textura é um pouco espessa mas é a melhor coisa para hidratar os lábios, tenho utilizado também nos cotovelos e pés durante a noite. Sei que tem 30 utilizações possíveis mas ainda não experimentei mais nenhuma, sei que com os rigores do Inverno se calhar utilizo no nariz para hidratar ou nas costas das mãos para as manter hidratadas todo o dia.

O preço é super convidativo e o formato também, o boião mais pequeno de 50ml custa 2€ e o de 100ml custa 3€. Além de ter um sempre na casa de banho comprei também um para levar na mala de maternidade, uma vez que já me alertaram sobre os lábios secos durante o trabalho de parto, sobretudo ao esforço e tipo de respiração que adotamos.

Na minha opinião são dois excelente produtos de marcas 100% confiáveis e cuja relação qualidade/preço é muito boa. Já experimentaram?

Tuesday, November 18, 2014

O nome da Petite Brunette | Baby

Tuesday, November 18, 2014
O nome é, na minha opinião, das decisões mais difíceis para os futuros pais, alguns já sabem que nome querem colocar mesmo antes do bebé vir a caminho outros só colocam quando olham para o bebé e há ainda quem leve toda a gravidez na indecisão.
No nosso caso no inicio parecia que estava mais que decidido ali até às 16 semanas depois no meu caso as dúvidas começaram a instalar-se, pelo B estava mais que decidido... mantinha-se o nome, mas as dúvidas cresciam dentro de mim a cada dia, e se me arrependo, e se depois não gosto... E se... por aí a diante... O facto é que depois de muito pensar e repensar nos decidimos pelo primeiro nome que tínhamos gostado.

Por cá os nomes escolhidos que mais se ouvem são: Maria, Carolina, Laura, Matilde, Madalena Leonor e depois há os nomes do momento como Carminho, Pureza, Pia, Carlota ou Diana.
Não é que não goste destes nomes, atenção, gosto mais de uns do que de outros, aliás estão presentes nesta pequena lista os nomes de duas das minhas sobrinhas, mas simplesmente não me identifico, e quem me conhece a mim e ao B quando souberam que nome escolhemos disseram logo que tem tudo a ver connosco.

Ambos queríamos um nome curto e forte que tivesse a ver com os dois, discutimos Eva, Ema, Mia e Noa. Entretanto desde o inicio que nos inclinamos mais para Noa e depois de sabermos o seu significado ficamos com mais vontade ainda de optar por este nome. No Havaí significa liberdade e no Japão que veio do amor.

A grande indecisão mais recentemente era entre Mia e Noa, e já se brincava inclusive com o facto de a escolha ser feita no momento do nascimento caso a menina nasça loira ou morena. Actualmente está decido, imprimimos inclusive os gráficos que fiz com alusão ao nome como é o caso do monograma acima entre outras coisas personalizadas, se entretanto olhar para ela e achar que tem cara de outro nome a solução é mudar mesmo, mas não me parece.

É um nome pouco vulgar, forte e com personalidade e não conheço ninguém com esse nome. Há quem adore e ache lindo e feminino, há quem não goste e torça o nariz... 

Assim às 35 semanas levantamos mais um bocadinho do véu sobre a Petite Noa ♥ espero ainda conseguir mostrar-vos o quarto dela, o chá de bebé e o que levo para a maternidade antes de ir efectivamente para lá... A ver vamos!

E para vocês mamãs como foi a escolha dos nomes dos vossos pequenos?

Sunday, November 16, 2014

Que perdição | Baby

Sunday, November 16, 2014

As coisas fofas não param de chegar cá a casa e como já devem ter percebido tenho muita tendência para os tons rosa. como a petite Brunette nasce no Inverno e a roupa custa mais a secar decidi investir em mais uns quantos babygrows sobretudo porque para estar em casa e para os primeiros tempos de vida acho mais práticos e confortáveis para ela.

Dou preferência a peças de roupa de tons mais claros com detalhes femininos, tenho tanto peças mais clássicas como outras mais irreverentes.
Além destas roupinhas tenho também alguns vestidos e jardineiras para os primeiros tempos, mas lá está acho que com os interiores e os babygrows ficam mais quentinhos para o Inverno.

A La Redoute tem sido uma fonte inesgotável de artigos fofinhos, úteis e com qualidade e estes 6 que coloquei em cima já vêm a caminho!! Não resisti, confesso que fazer compras on-line para ela tem sido uma maravilha. 

São também excelentes sugestões para outras mamãs, ou para oferecerem a amigas mamãs agora no Natal ♥ Bom Domingo e boa semana

Friday, November 14, 2014

A última 3D | Baby

Friday, November 14, 2014

Esta semana fizemos a última consulta com o Dr Arriaga, a última eco 3D/morfológica para verificar a condição do cordão umbilical já que na última se verificou que havia uma artéria que estava subdesenvolvida, neste momento está tudo normal e ela tem já às 34 semanas 2.460kg e 43cm, o pé mede 7cm e além de conseguirmos confirmar que está tudo bem com o coração, cérebro, sistema renal, coluna e face conseguimos ver que tem umas orelhas super fofas, que a boca faz mesmo biquinho e que tem o narizinho arrebitado, sorriu, abriu a boca e fez beiço enquanto o Dr colocou em 4D foi um momento espectacular!! Além das fotos trouxemos também o CD com toda a consulta gravada para rever ou mostrar à família.

Confesso que as 3D fazem um bocadinho de impressão porque o liquido amniótico deforma um pouco os contornos, mas nós estamos tão tontinhos de amor que para nós não há imagem mais maravilhosa que é aquela imagem a cor de laranja de contornos difusos onde vemos os nossos mais que tudo aos bocadinhos, às vezes o rosto, as mãos, os braços, os pés... e é tudo tão mágico que recomendo pelo menos uma eco 3D durante a gestação, não é um exame de diagnóstico mas tranquiliza-nos tanto e faz-nos sorrir tanto que chegamos a transbordar de felicidade!!No meu caso o médico fez a morfológica e 3D ao mesmo tempo, vai vendo regiões a 2D e outras a 3D ou 4D.

Já algumas pessoas me perguntaram com quem é parecida se comigo se com o pai, sinceramente não vos conseguimos dizer, nem eu nem o pai conseguimos tirar parecenças, ela é tão pequenina, e os bebés pequeninos são todos muito idênticos, só sei que estou cada vez mais apaixonada por ela e mal posso esperar para a conhecer! Não sei se tem os olhos castanhos como os meus ou verdes como os do pai, se vai nascer mais morena ou loirinha só a quero é conhecer!! 

O médico disse que estava a desenvolver-se lindamente e que de acordo com a medição do colo do útero garante mais 2 semanas lá dentro e que a partir daí que pode ser a qualquer momento!! Ou seja a partir das 36 semanas, confesso que estava mentalizada para mais umas 4 semanas de gravidez, mas a ver vamos, não somos nós que mandamos ♥ quero tanto conhecê-la!! É medo e ansiedade tudo ao mesmo tempo!!

Bom fim de semana!!!

Tuesday, November 11, 2014

A mala de maternidade | Baby

Tuesday, November 11, 2014
Soube que estava grávida com cerca de duas semanas de gestação, há quem diga que é impossível, mas juro-vos que no meu íntimo eu sabia, aliás comentei com o B e tudo que achava que estava, mas ele disse para não pensarmos muito nisso e para esperar para ver... Eu esperei até às 4 semanas para fazer o primeiro teste que deu logo positivo, fomos ao médico e apesar de ter dado positivo no Beta HCG na ecografia não se via rigorosamente nada... ainda assim decidimos contar nesse mesmo dia à família, porque era uma coisa tão especial que não podíamos manter em sigilo.

Já com os amigos e conhecidos foi diferente, decidimos esperar até aos 3 meses para contarmos, estou a contar-vos isto porquê? Perguntam vocês... 
Ora porque foi quando contei a um casal amigo que estava grávida que ela me falou pela primeira vez da Pipoka Laroka, e me disse que eles faziam questão de oferecer a mala de maternidade à "sobrinha", e me mostrou o tipo de trabalhos que a Ana faz, diga-se que naquele instante fiquei apaixonada pelas peças, pela criatividade e brio com que as peças são feitas.

Assim quando tive oportunidade fui ao atelier escolher o modelo e padrões que queria para a mala da petite Brunette, não foi uma tarefa fácil, até porque os padrões de que gostava já tinham sido conjugados em outras criações e a Ana não faz duas peças iguais. Finalmente com a chegada de novos padrões conseguimos chegar a um consenso e a verdade é que a mala não podia ter saído de outra forma, como gostei tanto acabei por encomendar também a fita para a chucha e o porta documentos.

Não acham que ela tem um jeito extraordinário? As coisas são de uma perfeição e brio incríveis, além de ser uma peça única, é uma mala que crescerá com ela e pode tornar-se um dia um saco de fim de semana ou a mala de viagem dela.

Espreitem o facebook da Pipoka Laroka e percam-se por lá... Obrigada à Ana pelo carinho com que faz tudo e obrigada à I e ao L pela prenda maravilhosa!!!
Ahhhh e como tem vindo a ser habitual... Mais um artigo 100% português! ♥

Monday, November 10, 2014

34 semanas de ti | Baby

Monday, November 10, 2014

Jumper - Primark | Lace Shorts - Old

No inicio toda a gente me dizia que a gravidez passava a correr, mas na minha cabeça 9 meses eram tempo mais que suficiente para me mentalizar do que está para vir... A verdade?
Passa mesmo a correr... parece que ainda foi ontem que fiz os 5 testes de gravidez (um por dia até ter consulta) e que parecia que não tinha barriga nenhuma, e agora já não consigo ver os meus pés... 
E na verdade acho que nem que fossem 24 meses nos mentalizávamos... 

34 semanas volvidas, alguns sustos, e muito por preparar parece que passou a correr... O quarto já está nos finalmentes bem como a preparação das malas, desta semana não passa!! Sinto-me ansiosa e mal posso esperar por a conhecer finalmente. Hoje é dia de CTG e consulta com o obstectra e Terça é dia de ir fazer a 3ª e última morfológica/3D.

Até agora engordei 6Kg e continuo a não ter grandes dificuldades para a maioria das tarefas, excepto depilação, pedicure e para calçar determinados sapatos. Sinto-me mais cansada e já não consigo fazer grandes refeições, para dormir também está cada vez mais complicado, só com uma almofada por baixo da barriga e acordo N vezes, com o mínimo de barulho, para ir a casa de banho, para comer, para beber água... E para dormir à noite é um castigo, nunca tenho sono... 

De há uns 3 dias para cá sinto as minhas mãos ligeiramente inchadas logo mal acordo, tenho que tirar os anéis à noite e só os volto a colocar algum tempo depois de me ter levantado. Até agora não me apareceu nenhuma estria, tenho estado a utilizar o barral e entretanto comprei a vaselina da Vasenol (da qual vos quero falar) para por nos lábios já que agora tenho sempre os lábios ainda mais secos.

Emocionalmente sinto-me bem, de vez em quando tenho os meus de repentes de querer arrumar e limpar tudo, ou quando a ansiedade ataca e acho que ela ainda nasce sem eu ter tudo pronto! 

O nome está finalmente escolhido... Aliás já mandei fazer as molduras com o nome e inicial, espero já não mudar de ideias!! Hahaha
Chegou finalmente também a tão ansiada mala para andar no carrinho, que uma amiga me ofereceu e que foi toda escolhida a dedo e feita à mão, e pela qual estou completamente apaixonada.

Em termos de apetites, ando sempre com vontade de comer doces, nomeadamente Kinder Bueno, e depois não consigo resistir a azeitonas, são assim as duas coisas que me apetecem verdadeiramente.

À semelhança do que tem sido até aqui ela continua super irrequieta e enérgica, e não é só a minha opinião, os médicos concordam que ela se mexe muito, sinto-a várias vezes por dia, parece até que está a dançar é uma comédia! E os soluços continuam a ser parte integrante dos nossos dias, ela tem soluços todos os dias, mas todos... é muito engraçado! 

Esta semana espero mostrar-vos algumas coisas dela, se bem que há algumas coisinhas que já viram pelo instagram ♥ Desejo-vos uma excelente semana!!

Saturday, November 08, 2014

Os horrores e terrores da gravidez e parto | Gravidez

Saturday, November 08, 2014
Fotos das coisinhas da Petit Brunette que já vão morando cá em casa, e que podem ver no Instagram em @happybrunette

Com tanto cor de rosa e coisas fofas (no meu caso) é difícil crer que temos que passar por um processo tão doloroso como o parto para termos as nossas crias no colo... 

Há toda uma necessidade de quem descobre ou vê que estamos gravidas de nos contar como foi a sua gravidez, parto e inicio de amamentação (perdoem-me se algum dia for também assim... se bem que não me parece), e na grande maioria das vezes a gravidez é relatada como uma época de privações, dores e situações constrangedoras de que não vou falar agora e com o qual não concordo, há momentos complicados, há desconfortos mas daí até ser uma fase horrível...
O parto e a amamentação é o culminar de toda a história de terror que nos vão relatando mesmo sem termos perguntado, que cortaram assim e cozeram assado, que dói aqui, dói ali... 

A grávida de primeira viagem começa a interiorizar aquilo, a achar que ter aquela criança que está dentro de si e que foi concebida com tanto amor e tão desejada vai fazê-la passar por um sofrimento tão extremo que nunca mais seremos as mesmas, é certo que sim que nunca mais seremos as mesmas mas mas isso deve-se ao amor imenso que vamos descobrir com aquele ser pequenino que será nosso para sempre!

Claro está que há excepções à regra, que conheço histórias (e próximas até) em que correu tudo lindamente e que me relataram as coisas com naturalidade, sem dramatizações, mas são em muito menor número. 

Devia ser proibido contar histórias de terror a grávidas, histórias que nos marcam, a menos que a intenção seja de a pessoa ir lá aterrorizada e depois de passar pela loucura toda seja para dizer, "ahhh afinal era só isto?" mas ainda assim eu acho que não ajuda em nada, por isso aqui fica um apelo a quem já foi mãe, não assustem as futuras, é que nós já estamos assim para lá de cagadinhas de medo e depois com as coisas que nos contam ficamos horrorizadas!!

Não deve ser um processo fácil o de dar a luz, mas se fosse assim tão tenebroso ninguém repetia a experiência, ninguém tinha  mais que um filho e a natalidade estava nas ruas da amargura por ser um processo irrepetível de doloroso em vez de ser por factores culturais ou económicos como é o caso...

Eu gosto de estar grávida, sinto-me bem, fabulosa até (tirando alguns dias de insanidade em que nada me parece estar arrumado e certo), aliás já aqui disse que espero que esta não seja a última vez que me encontro neste estado de graça, o parto é que dispensava,,, e as histórias de terror também!

Thursday, November 06, 2014

Jacobs affair | The Pretty Damage

Thursday, November 06, 2014
As t-shirts fazem parte de todos os guarda roupas, mais curtas, mais compridas, justas o largas vamos somando umas atrás das outras, no entanto há sempre umas que são especiais, basta tirarem 2 seg que há uma ou duas t-shirts que têm que vos vêm imediatamente ao pensamento, geralmente são aquelas que utilizamos uma vez após a outra... Com shorts, com jeans, no Inverno por baixo das camisas de flanela ou leather jackets ou no Verão com uma mini saia e aquelas sandálias que adoramos, não há como errar! 

Com a The Pretty Damage, o difícil é mesmo escolher... são todas lindas além de que são t-shirts cheias de personalidade! Dão um toque de irreverência a qualquer look... 

Vale a pena visitar a página aqui e seguirem o Instagram em @theprettydamage onde só encontram fotos cheias de estilo!

O melhor? Além da excelente qualidade é um produto 100% nacional!

Tuesday, November 04, 2014

Print my world | Instagram

Tuesday, November 04, 2014

Não é segredo que adoro o Instagram, e apesar de ter a máquina reflex e a instax que utilizo com regularidade, a verdade é que a grande maioria das minhas fotos vêm do meu telemóvel e vão directamente para o meu Instagram.

Adoro andar por lá a ver fotos de outras pessoas mas também gosto de de vez em quando dar uma vista de olhos e rever as minhas, agora podemos fazê-lo mas em papel.

A Print My World é uma novidade 100% Portuguesa perfeita para animar as nossas paredes e molduras cuja colocação adiamos por só termos as fotos mais queridas em suporte digital.
Já para não falar da alegria que é recebermos as fotos nas nossas mãos, acho uma ideia gira gira para surpreendermos alguém, ou até como prenda de Natal.

Fica a dica para darem vida aos vossos Instagram's eu por cá sei que depois da minha petite Brunette nascer vou mandar imprimir 1500 fotos!!
Obrigada PMW ♥
Já agora se não seguem podem encontrar-me em @happybrunette

Sunday, November 02, 2014

New in | Baby

Sunday, November 02, 2014
Como foi o vosso fim de semana? O meu foi bom, com o aniversário da minha sobrinha mais velha parece que o tempo passou a correr, com direito a sesta, doces e muito boa disposição.

Andava com muita dificuldade em encontrar toalhas de bebé com relação qualidade/preço adequada, vi nas lojas de bebé, jumbo, vi em lojas tradicionais mas nada me enchia o olho, não queria nada muito espampanante nem com muitos bonecos. Foi então que decidi dar uma vista de olhos aos artigos da Vertbaudet e posteriormente lembrei-me da La Redoute, foi então que encontrei estes dois toalhões 100% de algodão, de design muito agradável e com preços bastante acessíveis (tendo em conta que até amanhã está tudo com 50% de desconto, vale bem a pena).

Aproveitei para encomendar mais um edredon para a cama de grades bem como a capa a condizer com toalha de banho, os tons do quarto serão branco, bege, rosa e prateado pelo que esta capa de adequa na perfeição ao espaço que estou a criar.

O edredon foi na minha opinião um achado, anti-ácaros, anti bacteriano e supostamente anti nódoas (digo supostamente porque tenho toalhas assim que não o são verdadeiramente). As coisas são giras, acessíveis e de qualidade que é o que se pretende.

Na minha opinião há promoções que valem a pena, sobretudo quando temos um enxoval de bebé para fazer e a despesa ainda é alguma. Os 50% da La Redoute são uma dessas promoções, sobretudo para bebé!!

Thursday, October 30, 2014

Mais vale prevenir... | Lifestyle

Thursday, October 30, 2014
Para quem ainda não conhece o The Tuttu Project, espreitem aqui, a história por trás destas fotos maravilhosas vale a pena ser conhecida.

No mês de internacional da prevenção do cancro da mama e no dia Nacional de prevenção do Cancro da Mama não podia deixar passar em branco este dia.
Infelizmente tenho dois casos próximos na família, felizmente ambos controlados, ambos com mastectomias e tratamentos daqueles horrorosos, dolorosos que fazem cair o cabelo... Que ninguém espera passar, que ninguém deseja a ninguém e que assola muito mais gente do que gostaríamos.

Posso dizer-vos que desde os 20 (portanto há 10 anos) que faço rastreios anuais, não faço mamografia porque o meu médico não recomenda com a minha idade, mas faço uma ecografia completa que começa no queixo práticamente e termina cerca de 5cm abaixo do peito, faço palpação e vou ao médico duas vezes por ano, só para garantir que não há surpresas, até porque ambos os lados são do lado materno.

Acreditem, quando é detectado precocemente as hipóteses de sucesso e de sequelas menores aumentam e muito, além de que nos podemos poupar a nós e a quem nos rodeia de muito sofrimento. Façam por vocês, marquem uma consulta anual e falem com o vosso médico.

Não é o fim do mundo para 80% das pacientes... mas acreditem que a vida muda, para elas e para nós...
A minha duas continuam lutadoras, fortes apesar de todas as sequelas, físicas e emocionais, e o que não as matou tornou-as mais fortes, seguem a vida conscientes de que nunca terão verdadeiramente alta. Mas na verdade nós nunca sabemos a nossa hora... não é diferente para ninguém ♥


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Happy Brunette © 2014